29 julho 2022 1836

As 10 Melhores Alternativas ao AdSense em 2024

O Google Adsense é uma ferramenta que te permite lucrar com o seu site ou blog. Possuindo um longo histórico como parceira confiável dos profissionais de marketing, na hora de monetizar ou publicar anúncios em diversas plataformas, ela também é campeã em popularidade, a julgar pelos seus 10 milhões de usuários.

E embora seja uma escolha excelente e repleta de benefícios, não é a única opção que existe por aí. Há um mundo inteiro de possibilidades lá fora a ser explorado caso, por exemplo, você tenha tido problemas em conseguir a aprovação de uma conta, ou queira apenas evitar mesmo de deixar todos os ovos em uma só cesta. A maioria dessas opções vem com ótimas funções, além de te presentear com uma fonte de renda separada.

A maioria das redes de publicidade utilizam algum sistema automatizado para exibir diversos anúncios em uma área específica do seu site. Quando um usuário clica, se engaja com esses anúncios, ou simplesmente os visualiza, você recebe uma pequena participação ou comissão por ter emprestado o seu alcance.

Ao longo da sua jornada em busca da melhor dessas redes, você inevitavelmente se esbarra em milhões de outras opções além da Google Adsense, mas acaba tendo receio de experimentá-las, devido ao fato de serem pouco conhecidas. É por isso que, por meio deste artigo, te ajudaremos a descobrir e explorar opções diferentes que também oferecem verdadeiras vantagens para a monetização do seu site.

Primeiro veremos por que é necessário ter uma fonte de renda alternativa.


Por Que Preciso De Uma Alternativa Ao AdSense

Não há nada nesse mundo que já não venha com seu bocado de desvantagens embutido, e o mesmo infelizmente também vale para o AdSense. Ela é uma plataforma de monetização brilhante e extremamente fácil de usar, porém não deixa de ter seus pontos negativos. Aqui estão, por exemplo, algumas razões que podem te convencer a investigar outras maneiras de monetizar o seu blog nascente.

Problemas De Elegibilidade

O Google AdSense funciona como um clube exclusivo, cheio de exigências para se tornar membro. Antes que ele te admita como parceiro, seu site precisa bater certos números nas métricas.

Se o Google não quiser te aprovar como parceiro, você precisará do apoio de uma rede menos rigorosa, pelo menos para começar a ganhar dinheiro. E como se isso não bastasse, sua conta também corre o risco de ser suspensa graças ao sistema de detecção de cliques fraudulentos da plataforma. Isso pode ocorrer tanto se colocar um anúncio que não deveria, como se clicar sem querer em um de seus próprios anúncios.

Mesmo tomando bastante cuidado, não é difícil acabar violando os termos e condições do Google AdSense, e por isso pode ser aconselhável se dirigir a uma opção mais clemente.

Porcentagens De Divisão Da Receita

É verdade que o Google AdSense paga uma taxa competitiva de 68% da receita total gerada pelos anúncios, mas algumas redes de anúncios pagam um percentual ainda maior. É claro que você teria primeiro que comprovar altos níveis de competência, constância, e conteúdo da parte do seu site, mas tudo valeria bastante a pena se for aprovado.

Opções De Personalização De Anúncio

Algumas redes de anúncios permitem total liberdade criativa para acertar o visual dos anúncios no seu site de acordo com o tema, para que combinem mais naturalmente com o conteúdo oferecido em seu blog, ficando a extensão da personalização ajustada pela prestadora de serviço no acordo inicial.

Muitas delas te deixam selecionar o tamanho e a cor, o que já é mais flexível do que o Google AdSense.

Limite Mínimo De Pagamento

O limite mínimo de pagamento de uma rede é a quantia que precisa ser acumulada antes que você possa realizar um saque na plataforma. O limite mínimo de pagamento do AdSense é US$100, o que está mais para excessivo se comparado com as outras plataformas.

Se o seu site ainda for pequeno, ou não tiver se estabelecido na área, levaria muito tempo para atingir os US$100. Nesse caso, poderia ser vantajoso pesquisar por alternativas com um limite mínimo de pagamento mais baixo.

Fontes Adicionais De Renda

Em vez de substituir a rede de anúncios por inteiro, você pode simplesmente usar uma outra rede em paralelo com a AdSense, e assim também diversificar suas fontes de renda. Não há nada de errado nisso, desde que consiga se enquadrar dentro dos termos de serviço de ambas.

Se qualquer um desses é o seu caso, há muitas alternativas que valem a pena e que seria do seu interesse explorar.


Qual Tipo De Site É O Mais Adequado Para Uma Rede De Anúncios

A princípio, qualquer site pode se inscrever em uma rede de anúncios, desde que cumpra seus termos de serviço. No entanto, alguns tipos de site são mais favoráveis às redes de anúncios que outros. Estes são os principais candidatos:

  • Blogs estão no topo da lista quando o assunto é rede de anúncios. Se você é blogueiro e não falha na qualidade do seu conteúdo, vai que é sucesso. Porém é necessário ter o bom senso de acumular primeiro um certo tanto de conteúdo de alta qualidade, para conquistar um público que poderá monetizar por meio de anúncios. A Labnol, por exemplo, é um site que ensina programação a crianças. O autor posiciona os anúncios de maneira bem estratégica, sem cobrir nem um pouco o conteúdo, e assim ele pode ganhar um dinheiro extra.
  • Fórum de discussão públicos. Em vez de um blog, sempre há a opção de investir o seu tempo em um fórum voltado para certo tema. Pode ser um assunto que anime mais pessoas a interagirem, o que garante que seu site consiga bastante seguidores, e posteriormente, você pode monetizar esse público com uma rede de anúncios. O Cat Forum, por exemplo, é um site que gira em torno de discussões sobre animais de estimação, especialmente gatos. E é assim que eles inserem os anúncios no contexto do site para a monetização.

  • Ferramentas online. Ferramentas online, como um criador de GIF, por exemplo, costumam gerar tráfego de alta qualidade, razão pela qual uma das melhores maneiras de compensar seus custos é por meio de anúncios.

Resumindo, os tipos de site mais adequados para as redes de anúncios são aqueles que geram tráfego acima da média.

O seu site pertence a alguma das três categorias acima?
2 votos

Melhores Alternativas Ao AdSense

Como já mencionamos, existem diversas redes de anúncios que dão conta do recado tão bem quanto o Google AdSense. Todavia, é bem complicado encontrar alguma que atenda às nossas necessidades específicas, e que tenha uma oferta boa o suficiente para justificar nossa adesão. É por isso que criamos uma lista das dez melhores alternativas que você pode usar.


         1. Media.net

A Media.net, serviço oferecido pela Bing e a Yahoo!, vem há anos se mantendo na liderança da publicidade contextual. E pelo fato de ser fornecido por uma ferramenta de busca, fica sendo uma das melhores no mercado, fora o Google AdSense, e portanto é uma das primeiras opções entre as alternativas a esta última.

A Media.net oferece US$5 por mil impressões, sendo que você pode colocar até 3 anúncios por página, com diversos tipos de anúncio display e anúncio nativo, tanto para versões mobile quanto desktop. Esses valores se acumulam rapidamente, e por isso vale a pena dar uma olhada. Se você proceder com inteligência, será possível ganhar muito dinheiro com esses anúncios

Porém, a Media.net, assim como o Google AdSense, tem seu conjunto de exigências. Para começar, seu blog deve apresentar, além de um ótimo tráfego, um visual limpo e profissional. Mas sua exigência principal é que a maior parte do tráfego seja de países desenvolvidos, tais como os Estados Unidos, Reino Unido e Canadá.

Em poucas palavras, se estiver buscando pela alternativa mais próxima, a resposta é Media.net. Ela é uma forte concorrente da Google AdSense, tanto em termos de porcentagens de divisão da receita, quanto em sua qualidade e suas funções.

Seu limite mínimo de pagamento também são os mesmos US$100 da AdSense. A inscrição pode ser feita pelo site deles, e leva até 5 dias para seu pedido ser aceito. Você pode escolher o PayPal para receber os pagamentos.

O Harsh Agarwal, do blog ShoutMeLoud, usa a Media.net para exibir anúncios em seu site, e ele teve o prazer de compartilhar o quão brilhante é essa rede de anúncios, já que ele lucrou US$342,83 em apenas um mês por meio dela.

Além disso, ele se diz contente com o painel e com a totalidade das funções de gerenciamento da Media.net.


2. Infolinks                                     

 

A Infolinks é uma outra boa opção se você quer algo similar em termos de percentuais de remuneração e nível de personalização. A Infolinks é voltada para a publicidade em texto, o que basicamente significa que ela irá percorrer todo o conteúdo que você publicou no site, identificando as palavras-chave de interesse, e então irá automaticamente gerar anúncios que serão exibidos bem ao lado das palavras-chave ou dos pedaços de texto relevantes, assim que o visitante passar o cursor por cima dos mesmos.

Tal conteúdo, onde os anúncios serão inseridos, pode ser na forma de posts de blogh ou até mesmo textos de landing pages. Mas sua melhor aposta mesmo, para ganhar um bom dinheiro com isso, é ter um blog. Por quê? Simplesmente porque páginas de blog têm muito mais palavras do que qualquer outro tipo de conteúdo. Ter mais palavras significa também mais oportunidades de anúncios relevantes. Todos saem ganhando, não concorda?

Como o seu público já tem interesse no que você tem a dizer, eles acabariam clicando nos links, sabendo que serão levados a coisas relacionadas. Os anúncios seriam exibidos mais ou menos assim:

Essa plataforma também tem praticamente só os termos de serviço básicos, o que significa que a maioria dos blogs são elegíveis. Não existem limites mínimos de tráfego ou visualizações de página, então não precisa esperar para começar a usá-la. E assim que começar você já pode ir acompanhando seus rendimentos através do painel.

Muitas avaliações entusiásticas sobre a infolinks podem ser encontradas na internet, e não é à toa. Aqui está o comprovante dos rendimentos obtidos nessa plataforma, compartilhado pelo blog ShoutMeLoud em seu próprio site. Era com a Infolinks que eles trabalhavam antes de passar para a Media.net.

A Infolinks realiza pagamentos via PayPal, Western Union, e Payoneer, então se pelo menos um desses três não estiver disponível no seu país, não será possível utilizá-la. Eles também tem um limite mínimo de pagamento surpreendentemente baixo de US$50, e pagam US$2 por mil impressões.


3. PropellerAds

A PopellerAds é uma das plataformas de monetização que mais rapidamente cresce no momento, e traz oportunidades tanto para sites novos quanto antigos. Ela é mais famosa pelos pop-ups, e também pelos pop-unders, anúncios que carregam por trás da janela em que está navegando, e que aparecem mesmo só quando você minimiza a janela principal, sem interromper o seu conteúdo de maneira alguma.

Mesmo assim, se você acha que esses seriam mais suscetíveis a serem ignorados pelo seu público, eles também têm um pacote especial para você. Oferecem opções de publicidade direcionada e não direcionada para a versão desktop de sites, incluindo anúncios em banner, em vídeo, e nativos.

A PropellerAds possui uma série de funções brilhantes, incluindo cobertura global, anúncios limpos, sistema que burla bloqueio de anúncios, e uma enorme comunidade de publishers para te dar apoio.

Também disponibilizam diferentes pacotes para versões mobile de sites, e até mesmo oferecem a opção de notificações push para usuários de smartphone.

Assim como a Infolinks, eles não têm exigências mínimas a serem batidas antes de poder fazer a inscrição em seu serviço, mas isso acaba tendo um certo preço. A remuneração oferecida por eles é de US$2 por mil impressões, para sites que já tem um tempo de estrada, e US$1,50 por mil impressões para novos blogs.

No entanto, se está buscando um serviço que tenha um limite mínimo de pagamento baixo, essa deve ser sua escolha número um, tendo em vista que seu limite é só de US$5 através do PayPal, e ainda realizam pagamentos todos os meses.


4. Amazon Native Shopping Ads

Tenho certeza de que está bastante familiarizado com a Amazon enquanto ferramenta de busca, mas você sabia que ela tem um programa de anúncios nativos? A Amazon Native Shopping Ads, uma divisão do Programa de Associados Amazon, permite que blogueiros e donos de sites insiram ofertas da Amazon como anúncios nativos em suas próprias páginas.

Como existe uma enorme diversidade entre as categorias de produtos do site da Amazon, eles pagam um percentual de comissão diferente em cima de cada uma delas. Aqui está uma tabela para te ajudar.

Seus anúncios geralmente se misturam muito bem com o seu conteúdo, e ainda podem ser personalizados em termos de tamanho e cores, garantindo que não irão destoar com o seu tema. Sendo anúncios direcionados, costumam se basear no conteúdo da sua página. Por exemplo, nessa ilustração de como os anúncios serão exibidos em seu site, você pode notar no print que o assunto é tênis, o mesmo produto que os anúncios aproveitam para vender.

Quando um visitante clica no anúncio e compra um produto da Amazon, você ganha uma comissão em cima da compra, igual um programa de afiliados mesmo, exceto que não há necessidade de ter um site dedicado àquele assunto para que dê certo. E ainda por cima, graças à capacidade da Amazon de vender milhões de produtos por dia, você terá um fluxo de rendimentos mais robusto através do programa deles do que por meio de outros programas concorrentes.

A Amazon realiza pagamentos bimestralmente, ou seja, você recebe a cada 60 dias, e o limite mínimo de pagamento é apenas US$10 via depósito em conta.

Também não há uma remuneração fixa por mil impressões, visto que pagam à base de comissão, que pode ir de 4% a 8% dependendo da oferta.


5. RevContent

A RevContent é outra plataforma de anúncios nativos. Os deles são personalizados especialmente para o seu site, de maneira a não se destacarem demais, incrementando o conteúdo do seu blog ao se mesclarem ao visual. São anúncios altamente direcionados, visualmente harmônicos, e disponíveis em diversos formatos, como desktop, mobile, display e vídeo. E além disso, a empresa desfruta das avaliações mais laudatórias, tanto da parte dos clientes publishers, quanto dos anunciantes, devido ao seu excelente atendimento ao cliente.

Eles trabalham com empresas que têm mais chances de gerar um alto número de hits em anúncios, incentivando anunciantes a pagarem comissões mais altas. O único porém nisso é que eles são altamente seletivos, e com razão. Seu atendimento é incrível, seus clientes pagam muito bem, e os anúncios são nativos. Para se inscrever e ter sua inscrição aprovada, é preciso ter 50 000 visitantes mensais no seu site, e você deve fazer novas publicações com frequência e regularidade.

Eles também oferecem praticamente todas as funções básicas, incluindo fontes personalizadas, carregamento rápido de página, e-mails e newsletters, Google AMP, e anúncios de vídeo.

A taxa de rejeição é alta, mas os benefícios fazem esse risco valer a pena. Pagam mensalmente via PayPal, sendo que o limite mínimo é de apenas US$50, e oferecem de US$4 a US$40 por mil impressões, então pegar uma grana alta é bem provável.


6. RevenueHits 

A RevenueHits pode ser uma plataforma de monetização relativamente nova na área, mas não para de ganhar cada vez mais força como uma plataforma que confiavelmente produz resultados. Ela até faz questão de ostentar sua ferramenta de otimização extremamente útil, que analisa o seu desempenho com os anúncios e faz sugestões do melhor lugar para exibi-los.

Por serem ainda novos, eles permitem que sites também novos se inscrevam, não tendo exigências de números mensais mínimos de visitas. No entanto, eles remuneram de acordo com o desempenho e não com base em cliques, o que na prática significa bastante esforço da sua parte se quiser realmente ganhar dinheiro.

Para gerar renda, seu público precisa não só clicar no anúncio, mas também completar a ação à qual é direcionado a partir do anúncio. Essa ação vai da natureza do anúncio, e pode ser a compra de um produto, a inscrição em uma lista, ou a visualização de um vídeo.

A Stream SEO fez uma avaliação da RevenueHits e publicou suas estatísticas de impressão:

Iftiseo é outro blogueiro que não resiste em enaltecer a rede. Aqui estão os seus resultados:

A RevenueHits faz pagamentos mensalmente, ou pelo PayPal ou pelo Payoneer, com um limite mínimo de pagamento de US$20. Sua remuneração por mil impressões vai de US$0.5 a US$30.


7. Bidvertiser

A Bidvertiser trabalha com um mecanismo diferente do que a maioria das outras redes de anúncios: estratégias de lances. Isso significa que, em vez da exibição de certo anúncio em certo local ser decidida por meio de um algoritmo, membros do Bidvertiser vendem espaço publicitário de display, e aquele anunciante que pagar a quantia mais alta ganha o espaço, exatamente como dar lances em um leilão.

Eles oferecem cinco formatos de anúncio diferentes, que são: anúncios nativos, notificações push para usuários de versões mobile, sites de erro para usuários de versões desktop, pop-unders para desktop, e XML.

Esse sistema possui tanto vantagens como desvantagens. Por um lado, se o seu site gera um bom tráfego, os anunciantes irão pagar valores mais altos pelo seu espaço, e você ganharia muito mais com esse leilão do que com o próprio AdSense.

Por outro lado, se o seu site não tem tráfego suficiente, ninguém dará lances pelo seu espaço. É por isso que você deve explorar as categorias de blog que o Bidvertiser tem, e verificar se a estratégia de lances será ou não favorável a você.

Caso for, você pode tirar o máximo de proveito da ferramenta de personalização de uso simples, das remunerações por conversões e ao mesmo tempo por cliques, e da total falta de restrições para a aprovação oferecidos pela Bidvertiser, junto com o limite mínimo de pagamento de apenas US$10, sendo os pagamentos realizados por meio do PayPal. Fora isso, oferecem um serviço de alta qualidade, com transparência completa, e excelente direcionamento e ferramentas de otimização.

A Bidvertiser paga um custo por clique variável, indo de US$0.1 a US$1, dependendo do quanto os anunciantes estariam dispostos a pagar naquele momento. E se as leads vindas do seu link se converterem para clientes, você ganha US$10 por inscrição.


8. Adcash

A Adcash atende mais de 200 milhões de usuários, e todo mês quase 850k de downloads do seu aplicativo são feitos. Convenhamos, esses são números incríveis para uma alternativa.

Eles oferecem uma enorme variedade de formatos de anúncio, desde blocos premium, como anúncios nativos e pop-under, até blocos standard, como banners.

A plataforma também é incrivelmente fácil de usar, os anúncios são personalizados, e ela vem com um painel que mostra o desempenho dos anúncios em tempo real. Assim, ela é o sonho de todo publisher, pois ela não só paga muito bem, como também lança uma luz sobre a performance dos anúncios em combinação com aquele conteúdo.

Ela segue o modelo custo por clique e também o CPM para a remuneração, pagando entre US$1 e US$2 por mil impressões para sites com tráfego classificado como nível 1. O limite mínimo de pagamento é bastante baixo a US$25, podendo ser retirado através do PayPal, Skrill, WebMoney ou Payoneer. O Adcash também tem o ponto a mais de não exigir tráfego mínimo.


9. BuySellAds

Se o seu blog ou fórum de discussão constantemente gera bastante tráfego, a BuySellAds é a sua melhor opção de alternativa.

Que fique bem claro desde já que a BuySellAds é altamente exclusiva, exigindo de você um mínimo de 100.000 visualizações de página mensais para ser aprovado na plataforma. E que também surge a questão da barreira linguística, haja vista que unicamente sites com conteúdo de qualidade em inglês são aprovados. E que ainda por cima, o seu design deve obrigatoriamente ser limpíssimo, criativo e demonstrar um alto nível de profissionalismo.

Mas se for capaz de construir tal blog, você então desfrutará da taxa de comissão de 75% da BuySellAds, que é melhor não somente que a da AdSense, mas também que a de quase todas as outras alternativas no mercado. E o limite mínimo de pagamento são meros US$20, por meio do PayPal.

Ela disponibiliza uma variedade de formatos de anúncio como anúncios de texto, de feed RSS, banners, e-mail, nativos, e conteúdo patrocinado. Mas diferente de outras alternativas, a BuySellAds não possui quaisquer anúncios direcionados ou automatizados, deixando os publishers livres para destinar seu espaço a quem bem entenderem.


10. Skimlinks

A Skimlinks tem nome forte é no marketing de afiliados, o que a torna diferente de todas as outras em nossa lista. Como o próprio nome sugere, ela percorre os textos do seu site e identifica neles links que levam a outros sites.

Se qualquer um desses links levar ao site de um de seus clientes, eles então o transformam em um link de afiliados, o que te torna elegível para ganhar comissão sobre cada venda ou impressão.

Sempre que um visitante clica em algum dos links, você recebe 75% de comissão, que é uma taxa excelente. Você ainda ganha outra comissão a mais, caso aquele link de afiliados levar a uma compra. E assim, a Skimlinks é ideal para quem tem blog de reviews, já que esses obviamente teriam mais oportunidades de ganhar dinheiro com os anúncios.

A Skimlinks envia pagamentos a cada 90 dias sendo o limite mínimo US$10. Você pode optar por receber através ou do PayPal, ou de depósito em conta.


Conclusão

A AdSense é uma das melhores formas de monetizar um site, e também é bastante popular. No entanto, ela não é a única opção no mercado para esses fins. Aliás, uma alternativa de qualidade ao AdSense te permitirá garantir uma fonte de renda extra, que pode acabar te inspirando a trabalhar mais na frequência e na qualidade do seu conteúdo.

Ao tomar uma escolha, não vá simplesmente para a primeira que experimentar. Em vez disso, vá com calma, e estipule um tempo determinado para testar opções diferentes à vontade.

Você alguma vez já utilizou alguma alternativa ao Adsense?
1 voto

 

O que acha do artigo?