15 fevereiro 2023 283

Otimize os Seus Criativos para Altas Taxas de Clique — As Melhores Dicas para 2024

Hoje em dia, a pancadaria é cada vez mais ferrenha entre os anunciantes para conquistar uma breve pirueta sequer, em sua direção, dos globos oculares ao redor do globo terrestre (ou pizza terrestre, se for terraplanista — não vai afetar o seu marketing). Imagens gritantes, legendas e títulos que chocam, áudio escandaloso — são todos sintomas dessa nossa época e não apresentam sinais de melhora num futuro tão próximo.

Não resta, então, escolha senão aprender as regras do jogo. Mas não há necessidade de jogar sujo ou adotar práticas duvidosas, o que muitas vezes mancha sua imagem ou quebra a confiança mais do que ajuda. Já o acompanhamento da sua CTR, ou taxa de cliques — essa sim se mostrará uma bússola fiel na elaboração de uma tática vencedora.

Ao colocar tal acompanhamento em ação, observando metodicamente o que afeta a CTR de maneira favorável ou desfavorável, você não somente terá em mãos uma régua sólida e clara para mensurar o seu progresso, como também saberá otimizar suas operações para atrair o máximo de cliques possível. Essa otimização se dará em grande parte no âmbito dos criativos.


O Que São Criativos?

Palavras são brinquedos curiosos: encaixamos umas nas outras até que se construa uma imagem, de preferência em cores e alta definição, na mente do interlocutor. Às vezes, puxamos da caixola onde guardamos nosso sortido vocabulário dois vocábulos que representam a mesma coisa, e nem percebemos que um deles lança uma coloração diferente sobre a imagem que pretendemos transmitir.

É mais ou menos o caso das palavras "criativo" e "anúncio" — o objeto da vida real (ou melhor, digital) a que se referem é um só. Elas simplesmente enfatizam aspectos diferentes da mesma coisa.

Traduzindo o conceito dado pelo dicionário Merriam-Webster online da palavra creative, um dos únicos lugares onde encontrei menção desse sentido mais moderno da palavra, temos: "atividade criativa ou o material resultante da mesma, especialmente na publicidade."

Ou seja, é um anúncio. Mas não um anúncio enquanto ferramenta que manejamos, arregaçando as mangas e nos sujando de graxa, para ajustar o fluxo de clientes alimentando nosso negócio — e sim um anúncio enquanto obra de arte, inteligentemente bolado para impressionar e atrair quem o vê, mesmo de relance.

Nesse sentido, a grande importância do criativo é sua função como a ponta de lança que faz o primeiríssimo contato com o cliente. Essa ponta pode tomar uma de várias formas:

  • Texto. Criativos nesse formato são bastante versáteis, podendo se adequar a praticamente qualquer situação, seja como anúncio nativo, seja em campanhas de e-mail e muito mais. Se forem idealizados com capricho, provocarão a curiosidade do visitante por uma experiência mais completa de aprendizagem sobre o seu produto, ou então os instigarão a tomar alguma atitude.
  • Imagens. Anúncios de banner com imagens são ótimos. Mas, como estarão competindo contra produções visuais cheias de movimento, podem sair em desvantagem na hora de fisgar a atenção das pessoas.
  • Animações. São criativos relativamente novos porém incrivelmente eficazes. São um pouco mais trabalhosos, mas em compensação produzem resultados melhores.

Alguns Elementos a se Considerar 

A essa altura, você deve estar bem ciente de que é imprescindível não somente evitar ficar para trás, como também se destacar nessa selva que é o mundo do marketing. Aqui estão alguns possíveis ingredientes que se deve levar sempre em consideração na hora de montar seus criativos, se quiser ter uma chance de brilhar.

  • Anúncios Animados

Visto que a luta feroz contra outros anúncios ou até conteúdo é por uma migalha da atenção do usuário, vale a pena reiterar que uma imagem estática provavelmente ficará invisível perto de qualquer coisa que se mexa, tal como nos exemplos abaixo:

  • Simplicidade

Não pense você que está sendo um verdadeiro imã de retinas ao abarrotar seu criativo de informações aleatórias. Isso jamais dá certo. Coloque, em vez disso, só aquilo que vai deixar a pessoa certa salivando. Só a nata. Não se afobe, e não se esqueça que é apenas uma ponta de lança — um minúsculo ponto de contato que abrirá caminho para maiores revelações, à medida que o potencial cliente se permite seduzir pelos seus flertes.

Dê só uma olhada no anúncio abaixo. Note a maneira bem lacônica, beirando o estilo homem das cavernas, em que comunicam — sem frases completas e de forma bastante visual — apenas o bônus de boas-vindas que alguém poderia ganhar ao se juntar à plataforma deles, destacado em verde. E nada mais.

  • Anúncios Nativos

Você com certeza já se deparou com certos anúncios, em sites como o Youtube, que a princípio confundiu com conteúdo, e que só percebeu se tratar de publicidade após uma inspeção mais atenta.

Seja sincero: como empreendedor, anúncios são a sua vida. Mas, como usuário, até você se irrita quando a publicidade é agressiva e interrompe o fluir da sua experiência. É por isso mesmo que anúncios que se mesclam bem com o conteúdo que o visitante daquele site ou plataforma veio buscar recebem mais cliques. Do seu ponto de vista, tal plataforma é apenas um veículo, mas se não enxergá-la com os olhos dos usuários que lá se reuniram, trazidos por suas diversas motivações, pode acabar repelindo as próprias pessoas que pretende atingir.

Observe o exemplo abaixo, da plataforma Dribbble. Veja como o anúncio da SquareSpace se camufla em meio ao conteúdo nativo.

Não se engane: o fato de que se trata de um anúncio é facilmente perceptível. A vantagem é que o usuário não se verá pressionado a ignorar o anúncio para navegar pela plataforma, tornando a publicidade mais fácil de engolir e portanto aumentando suas chances de receber aquele clique.

  • Use Cupons

Se estiver divulgando produtos de afiliado esse pode ser um diferencial, já que, felizmente para você, empresas e marcas convencionais não costumam incorporar cupons com frequência em sua estratégia. Como afiliado, no entanto, a opção de alastrar cupons ou códigos de desconto em banners por toda parte, ou então aspergir a audiência que congregou virtualmente para te ouvir bem na cara com os benditos códigos promocionais, está sempre acessível — quem deixaria uma enorme promoção passar de propósito? Se quiser sair do básico e se destacar como afiliado, precisa afiar suas habilidades nos cupons.

  • Chamada Para a Ação

Esse é provavelmente o elemento mais decisivo de todo o conjunto à mostra. Todos já carregamos o enorme fardo na vida pessoal de tomar decisões — de saber o que fazer — quase sempre frente a múltiplas incógnitas e variáveis fora do nosso controle. Se você não guiar o cliente potencial pelo processo que só você conhece até o desfrute do seu produto, descomplicando tudo ao máximo, pode se esquecer dele. Esse processo começa com alguma instrução sobre como ele deve reagir ao seu anúncio, como "Aproveite essa oferta!" ou "Inicie sua Jornada!", acompanhada de algum botão que claramente precisa acionar. Não jogue, simplesmente, sua proposta no colo da pessoa e espere que ela saiba o que fazer com aquilo.

  • Landing Page

Agora que você seguiu à risca as recomendações acima e alguém deu o tão esperado clique no seu anúncio, é hora de deixar o seu produto brilhar. Mas nem por isso sobrecarregue seu visitante com todos os detalhes. Tempere só as informações adicionais mais suculentas com salpicadas de palavras de efeito — só para deixá-lo com água na boca — e sirva. Mantenha-o no anzol com elementos visuais que representem bem a sua marca e proposta de valor, deixando sempre ao alcance a opção cada vez mais irresistível de realizar uma compra ou obter mais informações.

  • Publicações de Blog

Além da landing page, você também pode redirecionar o tráfego do seu anúncio para artigos de blog. Aqui estão algumas ideias para artigos de blog que podem ser do interesse dos seus clientes em potencial:

  • Uma lista ou ranking dos melhores ou top "x" produtos relacionados à proposta do seu criativo. Quem clicou tem grande chance de ficar interessado.
  • Uma postagem de blog ensinando como fazer algo que tenha a ver com o seu nicho.
  • Uma publicação divulgando alguma oferta ou promoção de temporada ou por ocasião de data comemorativa, incentivando assim os visitantes a comprarem algum dos itens usando o seu link.

Melhores Ferramentas para Compor seus Criativos

Alguns tipos de criativos — não coincidentemente os melhores — dão mais trabalho para fazer, principalmente se o seu tempo estiver curto, e mais ainda se o design gráfico não for sua praia. Ainda bem que você ainda está lendo este artigo, pois vai ficar sabendo agora de algumas ferramentas que podem fazer a transubstanciação desse pepino em mamão com açúcar.

Canva

O Canva é, sem dúvida alguma, o campeão em popularidade entre as ferramentas de design rápido de peças gráficas. E não é à toa — ele atende muito bem as necessidades da grande multidão de afiliados que existe internet afora. Funciona da seguinte maneira: você pode se registrar gratuitamente e já dar um visual à sua campanha, com base em modelos prontos, ou então, se preferir algo mais aprimorado e exclusivo, comprar uma de suas assinaturas a partir de R$34,90 mensais. Não é nem um pouco difícil de usar, até para iniciantes, e, mesmo surgindo alguma dificuldade, não há falta de tutoriais no YouTube sobre qualquer um de seus aspectos. É também uma ferramenta tão versátil que permite até mesmo criar animações.

Powtoons

Embora o Canva funcione razoavelmente bem quando precisa cozinhar uma animação instantânea, temos uma sugestão que possa preferir caso precise de algo mais especializado e sob medida para os seus objetivos. A Powtoons é extremamente fácil de usar e fornece animações específicas para uma grande variedade de situações, como vídeos explicativos, marketing, treinamento e muito mais. São muitos modelos para escolher, e você ganha até um período de teste grátis, sendo que em menos de um minuto é possível se inscrever, passar a mão num modelo e criar a animação que precisa. Se decidir permanecer por lá e aproveitar um leque maior de opções, poderá fazê-lo pagando a partir de US$83 mensais pela versão Pro.

Unsplash

Se tem dúvidas sobre onde conseguir boas fotos de stock que possa usar por um bom preço, a Unsplash tem a resposta na forma de um enorme banco de imagens. Totalmente gratuito. É só digitar na barra de pesquisa qual o tipo de foto que procura. Algumas vezes lhe será exigido que dê os devidos créditos ao fotógrafo ou autor da imagem (nada mais justo), mas podem ser utilizadas gratuitamente.


De Onde Tirar Ideias para Criativos

Um dos maiores desafios na criação de criativos é… justamente… a criatividade. Ela não se permite forçar e nunca aparece no horário marcado, enquanto as contas nunca falham em chegar e nunca te abandonam. Onde busco, então, inspiração para meu próximo anúncio? Aqui estão algumas ideias.

  • Identifique e siga tendências de design. Uma das maneiras mais fáceis de fazer isso é seguir designers em diversas plataformas — na Dribbble — por exemplo. Vá lá, busque por "anúncios" ou "criativos", e seja inspirado.
  • Adquira conhecimentos na área do design de experiência. Informação, conhecimento e vivência, já são aliadas poderosas da criatividade independente de onde vêm, mas nessa área específica te ajudarão mais ainda, já que toca nos fundamentos do que é preciso para otimizar uma campanha. Orienta-se pela pergunta: "O que é que agradaria ao meu público?".
  • Dê uma espiadinha na concorrência. Além de ser curiosamente gratificante investigar a mente dos seus concorrentes e descobrir de onde tiram a própria inspiração, e também monitorar o impacto disso em suas métricas, dá para aprender muita coisa com eles. Coloque seu próprio "tchã" nas ideias boas que te interessam, ou tente criar outras totalmente do zero, compare seu resultado com o deles e se esforce sempre para superá-los.

Alguns Exemplos de Criativos

Nessa seção, apresentamos um par de exemplos para te dar uma noção do que é um bom criativo, e de como esse conceito pode variar de acordo com o lixo. Observe abaixo o primeiro, do ramo de sites de apostas. Com muita frequência, em tais anúncios, a primeira coisa que lhe salta aos olhos é o CTA, que geralmente diz algo tipo "Jogue Agora" ou "Comece a Ganhar". Alguns fazem questão de deixar estampado, bem grande e chamativo, algum alto valor fictício que exemplifica um possível lucro obtido ao depositar dinheiro e jogar. Outras apelam para o interativo, colocando uma máquina caça-níquel virtual para que brinque um pouco e tenha uma experiência direta do site antes mesmo de ler qualquer coisa, levando você ao site assim que esgotar todas tentativas, usualmente 3.

Um outro exemplo, também de um dos mais rentáveis nichos que existem, temos um anúncio que, seguindo o padrão do nicho, ostenta seus produtos da maneira mais fotogênica possível, comunicando sua proposta de desconto em cifras graúdas e de maneira puramente visual. O olhar do contemplador é então dirigido ao código promocional, em virtude de seu posicionamento logo abaixo do enorme desconto, tanto em tamanho gráfico quanto em valor. É um estilo de criativo bastante comum nesse nicho, e também muito eficaz, especialmente quando atrelado a algum feriado ou temporada.

Embora sejam apenas dois exemplos, dá para ter uma idéia de que a otimização de criativos para campanhas de anúncios terá uma cara diferente para cada nicho. Daí também a necessidade de examinar o que está sendo feito por outras pessoas na sua área.

Conclusão

Juntamos nesse artigo apenas algumas das informações, ideias, sugestões e reflexões mais essenciais na otimização de criativos para a taxa de cliques, especialmente para afiliados digitais. É apenas um ponto de partida. Você pode também, a qualquer momento, dar um pulinho aqui para aprender em maior detalhe sobre como as redes de anúncios funcionam, e como é possível tirar proveito delas para ganhar um grana. Ou então investigar pela internet ou aqui em nosso site mesmo — aproveitando que já está por aqui — as vantagens e desvantagens de cada formato de anúncio, como notificações push, os novíssimos in-page push, pop-unders e vídeos. Todo conhecimento que angariar irá impactar no seu bolso. Se dê o trabalho de certificar também se a rede de anúncios que está usando é a mais adequada para a sua campanha, lembrando que você não se verá igualmente bem servido com qualquer rede — algumas podem exibir seus anúncios em sites que podem prejudicar sua reputação aos olhos dos clientes e mecanismos de busca, ou até mesmo em páginas sem nenhuma pertinência à sua oferta — causas comuns de CTR baixo. Tendo dito isso, não tenha medo de se aventurar com anúncios bem díspares, sem se esquecer de fazer uma comparação robusta de seus resultados. Cada gota de suor investida valerá a pena, então: ao trabalho!

O que acha do artigo?