23 novembro 2023 0 148

"Em Apenas um Mês, um VTuber Ganha US$ 134.000, e Esse Valor Continua Aumentando." Quem São os VTubers e a Realidade Virtual Substituirá os Vloggers Tradicionais?

Mesmo que você não esteja por dentro das tendências do YouTube, é provável que já tenha se deparado com vídeos com garotas de anime na sua seção de recomendados. Esse tipo de conteúdo está acumulando milhões de visualizações e conquistando fãs de todo o mundo. As pessoas por trás desses vídeos são comumente chamadas de VTubers ou YouTubers virtuais.

Neste artigo, entraremos no mundo dos VTubers, explorando suas origens, sua ascensão à fama e os desafios exclusivos que surgem ao criar essa persona para uma pessoa comum.

Agora, antes de prosseguirmos com este artigo, certifique-se de não perder nenhuma de nossas atualizações, que incluem novos estudos de caso, guias, publicações e entrevistas repletas de fatos e estatísticas comprovados de empreendedores de marketing on-line de sucesso que podem ajudá-lo a iniciar e expandir seu negócio on-line. Inscreva-se em nosso canal no Telegram e siga nossa página no Twitter hoje mesmo!

Vamos nos aprofundar neste artigo...

Quem é um VTuber?

Um VTuber, abreviação de YouTuber virtual, é um criador de conteúdo on-line que usa avatares virtuais em vez de mostrar seu rosto real na câmera. Esses avatares são programados para imitar os movimentos da pessoa que os opera.

Os avatares animados geralmente se assemelham a personagens de séries de anime ou mangá, com olhos grandes, cabelos coloridos e vozes distintas. Esses personagens podem ser 2D ou 3D. Um dos VTubers mais conhecidos é Kizuna AI, que é considerado o primeiro vlogger virtual e expandiu seu alcance para muito além do YouTube.

VTuber e streamer popular Pokimane

Nos últimos cinco anos, houve um notável aumento do interesse em VTubers, com uma taxa de crescimento de 6900%. A pandemia de COVID-19 desempenhou um papel significativo nesse fenômeno. Somente em 2020, os vídeos com avatares animados acumularam mais de 1,5 bilhão de visualizações.

​​

Os VTubers são a próxima geração de influenciadores. Eles usam sua criatividade e habilidades de contar histórias para entreter os espectadores que assistem a seus vídeos.

História dos VTubers: Como tudo começou e quem foi o primeiro VTuber?

Embora os VTubers tenham ganhado popularidade somente nos últimos anos, a tendência em si não é uma sensação nova. A tendência de criar conteúdo virtual teve origem no Japão em meados da década de 2010.

O primeiro a começar a carregar vídeos com imagens animadas foi a Nitroplus. Em 2010, a empresa carregou vídeos para se apresentar ou compartilhar atualizações.

No entanto, esses vídeos eram bem diferentes do que hoje conhecemos como VTubers. As imagens animadas eram criadas inteiramente em um estúdio por uma equipe de animadores, em vez de serem representadas por uma única pessoa.

Em 2011, Ami Yamato tornou-se a primeira pessoa a fazer upload de um vídeo com um avatar. O vídeo apresentava uma imagem 3D animada que reproduzia com precisão todos os movimentos da garota. Esse vídeo foi um grande sucesso e despertou um interesse crescente em avatares virtuais.

A tendência não apenas atraiu indivíduos, mas também chamou a atenção de empresas. Por exemplo, em 2012, a empresa japonesa Weathernews Inc apresentou uma personagem chamada Airi (Weatheroid Type A Airi) como uma previsão do tempo 24 horas por dia. Dois anos depois, Airi se transformou em uma blogueira virtual completa no YouTube, usando a tecnologia de captura de movimento para dar vida a ela.

Com o passar do tempo, a tendência cresceu em popularidade, passou por flutuações e ganhou interesse renovado. Em 2016, um blogueiro virtual japonês chamado Kizuna AI entrou em cena no YouTube, conquistando rapidamente um grande número de seguidores. Kizuna AI pode ser considerada a primeira "YouTuber virtual" e, portanto, a primeira VTuber. Sua personalidade cativante e os frequentes envios de vídeos contribuíram para o rápido aumento de sua popularidade no Japão.

Com o passar do tempo, a tendência VTuber ganhou força e se tornou parte integrante da cultura pop japonesa, semelhante aos ídolos da Coreia do Sul. Os VTubers começaram a aparecer em todos os lugares, desde outdoors e campanhas de marketing até programas de TV.

Ao contrário dos Vocaloids, que são softwares que imitam vozes humanas, os YouTubers virtuais são pessoas reais que usam avatares visuais. Os movimentos do avatar virtual correspondem aos movimentos da pessoa que o está controlando.

Pandemia e entrada no mercado global

Inicialmente, os VTubers eram populares principalmente no Japão, atraindo principalmente os fãs de anime e mangá. No entanto, tudo mudou em 2020 com o início da pandemia. Quase toda a humanidade passou a consumir conteúdo digital em grande escala.

Isso marcou o momento em que os VTubers entraram no cenário global. Em um curto período, as visualizações de conteúdo semelhante chegaram a 1,5 bilhão. Até mesmo vídeos individuais no canal da Kizuna AI começaram a ganhar milhões de visualizações. Além disso, o público se expandiu para além do Japão, incluindo pessoas de várias nacionalidades.

Desde então, os VTubers se tornaram um fenômeno internacional. Vários eventos foram organizados, apresentando celebridades virtuais de diferentes países. De acordo com dados publicados pela UserLocal em 19 de outubro de 2021, existiam aproximadamente 16,000 VTubers no mundo todo.

VTubers como tendência

Os VTubers, ou YouTubers virtuais, tornaram-se uma tendência popular nos últimos anos. Um dos VTubers mais conhecidos é Kizuna AI, que conquistou 3,06 milhões de assinantes no YouTube e carregou 1.132 vídeos em seu canal. Kizuna AI foi até mesmo nomeada embaixadora da cultura japonesa na Organização Nacional de Turismo do Japão, destacando seu papel na representação da cultura japonesa.

No entanto, o Kizuna AI não é mais o VTuber mais popular do mundo. Em 2021, o título foi conquistado pelo canal Gawr Gura, que conta com 4,2 milhões de inscritos.

Produção Hololive

O sucesso do Kizuna AI chamou a atenção das empresas, o que levou à criação de agências virtuais de YouTubers. A maior agência de VTubing é a Hololive Production, de propriedade da empresa de entretenimento japonesa Cover Corporation. Em 2021, a Hololive Production representa mais de 50 YouTubers virtuais, o que a torna uma empresa dominante no setor.

PewDiePie

A ascensão dos avatares virtuais também atraiu a mídia e os blogueiros ocidentais. Em 2018, o popular YouTuber PewDiePie teve uma conversa com a Kizuna AI, o que aumentou muito o número de seguidores de ambos.

Em 2021, o próprio PewDiePie chegou a criar um vídeo completo usando um avatar virtual.

Netflix

A Netflix também aderiu à tendência ao introduzir sua própria VTuber chamada N-ko Mei Kurono. O primeiro lançamento com esse personagem virtual foi ao ar no canal Netflix Anime em 2021.

Outros exemplos

O grupo feminino sul-coreano aespa também adotou a tecnologia digital ao incluir membros reais e virtuais em seu grupo.

Além disso, o mercado de língua russa tem seu próprio VTuber, o podcaster Orc, que analisa jogos de MMO e os compara ao World of Warcraft. Sendo um dos primeiros VTubers nessa região, ele conquistou um público fiel entre os espectadores russos.

Como os VTubers funcionam?

Ao contrário do que se pensa, os VTubers não são criações de IA. Eles são operados por humanos que controlam avatares por meio da tecnologia de captura de movimentos. Para isso, eles usam equipamentos especializados, como uma câmera de alta qualidade com sensor de movimento, um laptop ou PC para armazenar e editar conteúdo e, muitas vezes, um traje de captura de movimento para detectar movimentos faciais e corporais.

Por exemplo, a VTuber CodeMiko fez um vídeo em que explica como seu traje funciona:

Os VTubers geralmente começam com equipamentos de baixo custo, como câmeras embutidas em laptops e microfones separados para melhor qualidade de som. Eles também usam software para criar avatares animados, que oferecem recursos como captura de movimento, planos de fundo personalizáveis e ajustes de expressão facial. As opções mais populares para isso incluem VDraw, VSeeFace e VMagicMirror.

Com relação ao conteúdo, os VTubers e os YouTubers tradicionais produzem tipos semelhantes de conteúdo. Eles realizam sessões de jogos, transmissões ao vivo, competições e colaborações com outros blogueiros. Os VTubers, entretanto, têm a vantagem de poder criar sua própria persona virtual exclusiva, o que permite infinitas possibilidades em termos de criação de personagens e conteúdo.

Ganhando dinheiro com o Superchat

Os VTubers ganharam popularidade significativa em várias plataformas, incluindo YouTube, TikTok, Twitch e Bilibili. Até mesmo os streamers estabelecidos começaram a usar avatares no estilo anime para atrair mais espectadores, resultando em maior envolvimento do público e mais doações.

Durante a pandemia, os ganhos dos VTubers dispararam. De acordo com os dados da Playboard de 2020, a blogueira virtual Kiryu Coco ganhou mais de 85 milhões de ienes (aproximadamente US$ 810.000) durante todo o tempo em que administrou o canal. Em um único mês, um YouTuber pode ganhar US$ 134.000 ou mais, e esse valor continua a aumentar.

Abaixo estão outros grandes VTubers que também estão acompanhando a Hololive em termos de receita.

Graças ao equipamento técnico acessível, os YouTubers virtuais têm a oportunidade de ganhar muito mais do que os YouTubers comuns. Eles podem gravar vídeos e transmitir diretamente do conforto de suas casas.

Conclusão

Os YouTubers virtuais (VTubers) e essa mídia têm um imenso potencial de crescimento no futuro próximo, considerando a crescente mudança para o mundo virtual. O setor de entretenimento já está passando por essa migração.

Esse tipo de conteúdo obscurece a fronteira entre a realidade e o mundo on-line. No passado, a tecnologia de captura de movimento era limitada à criação de videogames e filmes, mas agora está acessível ao cidadão comum.

O que acha do artigo?